8º Leilão Direito de Viver arrecada quase meio milhão de reais em Ji-Paraná

img_3054Centenas de pessoas participaram no último domingo (4) da oitava edição do Leilão Direito de Viver de Ji-Paraná, no Tatersal de Leilões do Parque de Exposições Hermínio Victorelli. O evento, que é promovido pela Sociedade Organizada do Município, com o apoio do Grupo de Apoio aos Portadores de Câncer (GAPC), arrecadou parcialmente R$ 430 mil, com a venda de mais de 300 cabeças de gado e diversos brindes.

A coordenadora voluntária do Hospital de Câncer de Barretos (HCB) no município, Silvia Cristina fez a abertura do evento, agradeceu a todos que de alguma forma contribuíram e disse que o objetivo é arrecadar fundos para o Hospital de Câncer de Barretos (HCB), que é considerado um dos maiores centros de tratamento especializado da doença no mundo e o mais importante da América Latina.

“O HCB tem feito muito por Rondônia e eventos como este é uma forma de agradecermos. Em 2015, Ji-Paraná ganhou a Unidade Móvel de Prevenção (carreta), que visa sensibilizar as pessoas da importância de fazer a mamografia para conseguir o diagnóstico precoce do câncer de mama; neste ano recebemos o Instituto de Prevenção (Casa Rosa), onde são feitos os agendamentos das mamografias, entrega dos resultados, repassadas todas as informações necessárias sobre a prevenção do câncer de mama, entre outras ações; e neste mês será inaugurado o ambulatório do Hospital de Câncer da Amazônia em Porto Velho”, informou Silvia Cristina.

O presidente de Leilão, Sérgio Ferreira agradeceu a presença de todos, os captadores que vão de porta em porta pedindo doações e conseguiram mais de 300 cabeças de gado e brindes, a equipe do GAPC e todos os voluntários que colaboram com a realização do leilão. Sérgio Ferreira pediu uma salva de palmas para o Nei do Idaron, que faleceu e sempre ajudou muito promover o evento.

Em seguida, a representante do Movimento Acredite +, desenvolvido pela Big Sal, Renata falou que a meta é arrecadar R$3.300 milhões para a construção do Centro Cirúrgico do Hospital de Câncer da Amazônia e a pessoa que quiser maiores informações ou saber como funciona poderão acessar http://bigsal.com.br/acreditemais.

Eduardo do Tangará comentou que Rondônia é o estado que mais faz doações voluntárias para o HCB e que este ano devem passar de R$ 15 milhões. Logo após, pediu uma salva de palmas para os chapecoenses e colombianos.

O gerente de captação de recursos do HCB em Rondônia, Anísio Mendes parabenizou os jiparanaenses pela realização do evento, agradeceu a equipe do Idaron e imprensa, e destacou os trabalhos de três pessoas que já faleceram e que ajudaram muito o HCB, o empresário Robson Guimarães, Nei do Idaron e Beto da Ki-pão.

Os leiloeiros fizeram orações, homenagens e comentaram sobre o atendimento no ambulatório do HCB, que oferece atendimento 100% SUS.

A organização serviu um almoço para os convidados e agradeceu, mais uma vez, a presença e colaboração de todos.

 

ATENDIMENTOS HCB

O Hospital de Câncer de Barretos (HCB) é o maior e mais avançado hospital oncológico do país com atendimento 100 % SUS. No último ano, foram realizados 785.480 atendimentos no HCB a 135.219 pacientes de 1.889 municípios de todo o Brasil.

De acordo com Silvia Cristina, em 2015 foram realizados 57.887 atendimentos a 5.207 pacientes de 62 municípios do Estado de Rondônia. Comentou ainda que destes atendimentos, 35.513 foram realizados em 4.032 pacientes na filial do HCB em Porto Velho (Barretinho).

“De Ji-Paraná, 120 pacientes passaram por 2.635 atendimentos no HCB em Barretos; e 2.165 atendimentos foram realizados em 282 pacientes no Barretinho”, informou a coordenadora, ressaltando que todo o tratamento realizado no HCB é gratuito.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA